fbpx
11 passos para acordar cedo todos os dias (e com disposição)

28 Jan

11 passos para acordar cedo todos os dias (e com disposição)

Acordar cedo pode ser um grande desafio para muita gente, mas algumas dicas simples podem te ajudar a sair da cama com ânimo e disposição.

Para muita gente, levantar da cama assim que toca o despertador é um desafio diário. Com uma rotina cheia de afazeres e prazos cada vez mais curtos, parece quase impossível ter pique para acordar cedo todos os dias.

De olho nessa “missão”, o premiado escritor japonês Haruki Murakami tem inspirado pessoas no mundo todo a transformarem uma ação em hábito cotidiano com sua célebre frase: “A repetição em si se torna o mais importante; é uma forma de mesmerismo”.

Isso vale para atos simples como escovar os dentes, tomar banho, jantar, trabalhar e, inclusive, acordar cedo. Assim, é possível adotar algumas dicas no dia a dia para se inspirar a sair da cama antes do nascer do Sol – e ainda ter muito mais disposição durante a jornada.

1. Esclareça o porquê você quer acordar cedo

Cá entre nós: levantar quando todo mundo ainda está dormindo não é uma tarefa fácil. Por isso, se você não tiver um bom motivo para acordar cedo, você não o fará. Para estabelecer o seu propósito, faça a “análise dos 5 porquês” (também chamada de “análise da causa raiz”).

Por exemplo: você pensa “quero acordar às 5h da manhã todos os dias”. Então, questione-se:

  • Por que você quer acordar às 5h da manhã todos os dias?
  • Eu quero mais tempo para ser mais produtivo.
  • Por que você quer mais tempo?
  • Eu quero me dedicar a praticar minha escrita em redação.
  • Por que você quer praticar a escrita em redação?
  • Eu quero passar no vestibular.
  • Por que você quer passar no vestibular?
  • Eu quero ter uma carreira como jornalista.
  • Por que você quer ter uma carreira como jornalista?
  • Eu imagino que seja gratificante levar informação ao público.

 

Então, você acordará mais cedo porque quer levar informação ao público. Assim seu objetivo não é somente uma tarefa, mas sim um propósito – o que traz maior motivação para ser seguido.

Encontrar uma resposta menor e se aprofundar nela faz com que você reflita sobre o que realmente deseja. Assim, você saberá se acordar cedo, de fato, pode te ajudar a solucionar um problema.

2. Analise prós e contras

O ditado popular prega que “Deus ajuda quem cedo madruga”, como se acordar cedo fosse sinônimo de maior produtividade, saúde e organização. Afinal, você:

  • Terá algumas horas sozinho para fazer o que quiser e/ou precisa
  • Terá menos distrações
  • Será mais criativo, por conta da ativação do córtex pré-frontal do cérebro
  • Terá mais saúde, segundo estudos que comprovam que o organismo atinge melhor defesa pela manhã.

 

Contudo, não adianta apenas avaliar os benefícios de acordar cedo. Antes de aderir à prática, analise aspectos nos quais você terá de abrir mão. Isso porque você não terá tempo extra e precisará reorganizar seu tempo (a menos que você durma menos, o que pode te deixar indisposto).

Por exemplo, pense na seguinte situação:

Diego dormia 6h por dia e se sentia cansado. Agora pretende dormir 8h, mas terá de adaptar a rotina para dormir às 21h. O ideal é que ele trabalhe das 8h às 17h. Assim, terá das 5h-8h e das 17h-21h (7 horas no total) para se locomover, cozinhar, se exercitar, cuidar da família, enfim, para os outros afazeres.

Esses afazeres podem ser revezados. Então, se Diego janta com os amigos por 2 horas, no dia, ele terá de usar as horas vagas destinadas aos exercícios para isso. Somente assim conseguirá manter sua rotina de sono e de acordar cedo – e, mais do que isso, ter disciplina para cumprir com seu propósito.

3. Avalie o custo-benefício

Acordar cedo não funciona para todos, justamente porque os “contras” pesam mais que os prós para algumas pessoas. Por isso, se questione sobre o que você ganhará com o tempo extra pela manhã e o que perderá com o tempo cedido ao sono à noite.

Depois, pergunte a si mesmo se os benefícios superam os malefícios. Se a resposta for “sim”, siga em frente. Se for “não”, talvez alterar sua rotina para acordar cedo não faça sentido para você.

4. Dê uma folga da rotina para si mesmo

Se você deixar de seguir seu horário de sono e de acordar cedo somente um dia na semana, você ainda consegue mantê-lo. Se isso passar de um dia, a tendência é você abandonar seu propósito.

Essa é uma dica importante para quem gosta de sair à noite. Você pode reservar sexta-feira ou sábado à noite para curtir – assim você ameniza os “contras” de acordar cedo e ter uma rotina mais regrada.

5. Durma o suficiente

Se você pretende dormir a mesma quantidade de horas que antes e ainda acordar cedo, saiba que sua chance de falhar é grande. Então, se hoje você dorme por 6 horas, não tente dormir pelo mesmo período e ainda acordar cedo.

Uma dica é definir a meta de 8 horas de sono, considerada o ideal pela maioria dos profissionais. Ou seja, para acordar às 5 horas da manhã, você deverá estar na cama até às 21 horas da noite anterior.

6. Acostume-se aos poucos

Inicialmente, você precisará se acostumar com o hábito de acordar cedo. Se antes você acordava às 6h30 e agora quer acordar às 5h (mesmo dormindo por 8h), não se culpe se você levantar 5h10 ou mesmo 5h30 nos primeiros dias.

Quando começar, não ative seu despertador logo de cara para tocar às 5h. Mudanças drásticas no horário de sono exigem tempo para que seu corpo se ajuste. Permita-se dormir mais e, aos poucos, vá regulando o sono para somente 8h e ajustando o relógio para minutos antes.

Se no primeiro dia você acordou às 6h, tente acordar às 5h45 no próximo. Depois, 5h30, 5h15, 5h. Dê tempo ao seu organismo para ele se acostumar a levantar na escuridão.

Se no primeiro dia você acordou às 6h, tente acordar às 5h45 no próximo. Depois, 5h30, 5h15, 5h. Dê tempo ao seu organismo para ele se acostumar a levantar na escuridão.

7. Foque em um propósito de cada vez

É comum que as pessoas queiram abraçar diversas tarefas quando se acostumam a acordar cedo. Mas isso pode causar frustração. Por isso, atente-se a um propósito por vez. Seja paciente.

Aumente lentamente sua produtividade à medida que avança. Se seu objetivo é concluir o trabalho pela manhã, comece fazendo 30 minutos de trabalho, depois uma hora e assim por diante.

8. Permita se divertir no início

Se no começo houver dias em que você acorda cedo e não se sente motivado, divirta-se. Isso mesmo: tente não voltar a dormir, mas procurar algo para se distrair até seu corpo se acostumar e você se sentir disposto.

Algumas pessoas passam até duas semanas acordando cedo, mas indispostas. Nestes casos, veja TV, vídeos ou faça algo divertido para você. No momento certo, você estará pronto para seguir com seu propósito.

9. Tenha uma rotina matinal

Muita gente sente dificuldade extrema em sair da cama. Por isso, uma tática que tem funcionado para muitos é fazer a primeira atividade do dia ainda na cama ou algo que te desperte para o restante do dia.

Depois dessa chamada “rotina matinal”, normalmente, surge a sensação de “estou pronto, agora posso começar o dia”. Algumas recomendações para isso são:

  • Checar sua agenda
  • Escrever as tarefas do dia
  • Meditar
  • Praticar yoga
  • Tomar café
  • Tomar banho
  • Lavar o rosto

 

A rotina matinal ideal depende de você e é uma ação para te ajudar a acordar e se movimentar.

10. Escolha o alarme certo

Se você odeia aquele alarme alto e que te acorda no susto, por que não procurar pelo alarme adequado? Existem aplicativos com alarmes de todos os tipos: com senha para parar de tocar, com sons calmos, sons progressivos…

Um alarme de luz costuma ser uma ótima opção. Ao invés de acordar com o relógio emitindo barulho, esse alarme começa a acender uma luz 30 minutos antes da hora definida e, lentamente, fica mais brilhante. É como se estivesse entrando raios de Sol pela janela.

11. Desative seu telefone

Um dos grandes vilões de uma boa noite de sono é o telefone. Quando o celular está perto da cama, é comum pegá-lo para acessar estímulos viciantes (como redes sociais) – seja antes de dormir ou ao acordar. Por isso, tente manter seu celular afastado da cama.

Caso você use seu celular como despertador, uma dica é baixar um aplicativo que bloqueia a atividade do celular, em que você define um horário de uso para as demais funcionalidades e bloqueia o acesso para períodos fora desse período determinado.

Dormir cedo vale a pena?

O segredo para acordar cedo é dormir cedo: assim você mantém a disposição durante o dia. Além disso, pesquisadores da Universidade Northwestern (EUA) revelaram que pessoas que dormem tarde têm maior risco de morte prematura e doenças, como alcoolismo, diabetes, ansiedade, depressão e problemas respiratórios.

Publicado Originalmente AQUI